Câmara do Livro Câmara do Livro no Facebook
   

06.03.2013
A Câmara Rio-Grandense do Livro alerta sobre a importância da participação popular no Plano Estadual de Cultura

Completou um ano a instalação do Plano Municipal do Livro e Leitura (PMLL). Em 5 de março de 2012, o prefeito José Fortunati (PDT) de Porto Alegre (RS) sancionou o PMLL com o objetivo de mobilizar a sociedade no planejamento, execução e controle das ações, além de estabelecer as diretrizes para aplicação dos recursos do PMLL, entre outras atividades.

 

Porto Alegre é a primeira capital no Brasil a aprovar o plano que visa valorizar e democratizar o acesso e o fomento à leitura, a formação de mediadores, o apoio à criação e ao consumo de bens de leitura. O PMLL o pretende, ainda, fazer com que a leitura e o livro conquistem lugares de destaque na agenda política e orçamentária dos Estados e dos Municípios brasileiros por meio de ações planejadas e com o estabelecimento de metas que garantam sua implementação e continuidade como política de governo. O plano está de acordo com as diretrizes do Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL) que tem como meta formar leitores por meio da valorização das bibliotecas (escolares, públicas e comunitárias) e dos espaços de leitura, democratizar o acesso aos livros, formar mediadores e promover a leitura.

 

E, no dia em que o Plano Municipal fez aniversário, o Governador Tarso Genro encaminhou projeto de lei que vai instituir o Sistema Estadual de Cultura do Rio Grande do Sul e lançou consulta pública sobre o Plano Estadual de Cultura. O secretário de Cultura, Luiz Antonio de Assis Brasil, explicou que o projeto que será enviado à Assembleia Legislativa é resultado de dois anos de trabalho com a participação da comunidade cultural.

 

Plano Estadual de Cultura

Em elaboração desde 2011, o plano estabelece as políticas de Estado que devem nortear o desenvolvimento cultural do Rio Grande do Sul ao longo dos próximos 10 anos. O texto passará por uma consulta pública através do site do Gabinete Digital (http://gabinetedigital.rs.gov.br) antes da formatação final. A ferramenta receberá, até dia 30 de abril,  contribuições e sugestões relativas ao texto do plano que estabelece as diretrizes e ações para o desenvolvimento da cultura no estado até 2023. As contribuições serão analisadas por uma comissão composta por dois membros da Famurs, dois do Conselho Estadual de Cultura e dois de cada um dos 10 colegiados setoriais. A Câmara Rio-Grandense do Livro chama seus associados e a comunidade para participar deste importante processo.

 

Mapa Digital da Cultura RS

O Rio Grande do Sul é o primeiro estado brasileiro a lançar uma plataforma com o catálogo de todas as bibliotecas e museus do território gaúcho. O Mapa funcionará como serviço de utilidade pública a cidadãos e turistas, além de permitir a construção colaborativa de uma cartografia completa das diferentes matizes culturais do estado. O formulário para postar informações de cultura já pode ser preenchido no endereço www.cultura.rs.gov.br/mapa

 

 

 

voltar

 



Associado, navegue por nossa área restrita e tenha acesso a conteúdos exclusivos.

Instituidores e colaboradores,
solicite aqui o seu crachá.


digite seu e-mail

digite sua senha

Esqueceu sua senha?
Ainda não está cadastrado?


De 1º a 18 de novembro de 2018



Câmara Rio-Grandense do Livro
Praça Osvaldo Cruz, 15 Conj. 1708 / 1709
CEP 90030-160 Porto Alegre, RS - Brasil
Fone/FAX (51) 3286. 4517
Fale Conosco Créditos