Câmara do Livro Câmara do Livro no Facebook
   

29.07.2014
Tessituras forma mais uma turma

O curso gratuito de extensão Tessituras - Formação de Mediadores para Programas de Leitura, realizado, pelo quinto ano consecutivo, por meio de uma parceria da Câmara Rio-Grandense do Livro com o Colégio de Aplicação da UFRGS, formou mais uma turma. Ao todo, foram 108 participantes, que se reuniram em dez encontros de quatro horas de duração, realizados quinzenalmente entre os meses de março e julho, no auditório da Livraria Paulinas. Desses, 90 participantes provenientes de 17 municípios gaúchos, que já contam ou pretendem implantar programas de leitura, obtiveram certificação da UFRGS por terem comprovado frequência em ao menos 80% das atividades realizadas. Na palestra de encerramento, as professoras Mônica Bonatto e Vivian Albertoni falaram sobre adaptação de textos para o teatro.

Ieda Moraes, 61 anos, participa da atividade há quatro edições e destaca que a cada ano aprende novas estratégias para atrair a atenção das crianças da Vila Nazareth, em Porto Alegre, onde atua como voluntária na Sociedade Espírita Beneficente Maria de Nazaré. Ela conta que as crianças e adolescentes atendidos, que têm de dois a 16 anos, não tinham o hábito de ouvir histórias. “A partir deste trabalho, conseguimos fazer com que se familiarizem com os livros. No Tessituras, aprendemos que não adianta sentar, abrir um livro e apenas ler a história. É preciso fazer uma viagem e estimular a interação”, explica. Ieda conta ainda que observou uma evolução significativa na capacidade de expressão das crianças, que participam semanalmente da atividade na Sala de Leitura da entidade.

Selma Nancy Feltrin, 48 anos, é professora e escritora de livros infantis e teve que se afastar da sala de aula por motivo de saúde, mas encontrou no voluntariado uma forma de se manter próxima à literatura e às crianças. Selma viajava 600 quilômetros de Santa Maria a Porto Alegre para participar do curso, mas  garante que valeu a pena. “A troca foi muito rica, certamente vou participar de outras edições”, conta entusiasmada. A escritora, que já foi patrona da Feira do Livro de Santa Maria em 2011, realiza um trabalho de incentivo à leitura na cidade e em escolas da região, inclusive na zona rural.

Maria Terezinha Barcelos, 63 anos, é funcionária pública aposentada e participa do Tessituras há duas edições. Com 30 anos de experiência na educação infantil, ela conta que o curso é uma forma de se manter atualizada. “É um intercâmbio de conhecimento incrível”, define. Moradora da Restinga Nova, ela atua há dois anos como mediadora de leitura na biblioteca do bairro, um ramal da Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães. “Fiz a caminhada inversa, pois iniciei no magistério muito nova, quase sem conhecimento e fui me aprimorando aos poucos. Hoje vejo como essa troca de experiências enriquece, e quem sai ganhando são as crianças”, resume. Ela comenta que participa do trabalho voluntário com escolas da comunidade porque não conseguiria desperdiçar o conhecimento que adquiriu em sala de aula. “Além disso, não tem salário que pague ver aquelas carinhas encantadas por boas histórias”, finaliza. 



voltar

 



Associado, navegue por nossa área restrita e tenha acesso a conteúdos exclusivos.

Instituidores e colaboradores,
solicite aqui o seu crachá.


digite seu e-mail

digite sua senha

Esqueceu sua senha?
Ainda não está cadastrado?


De 1º a 18 de novembro de 2018



Câmara Rio-Grandense do Livro
Praça Osvaldo Cruz, 15 Conj. 1708 / 1709
CEP 90030-160 Porto Alegre, RS - Brasil
Fone/FAX (51) 3286. 4517
Fale Conosco Créditos