Câmara do Livro Câmara do Livro no Facebook
   

01.08.2014
A Feira vai à Fase reuniu 15 adolescentes na retomada do projeto

Com os olhos atentos às histórias contadas pelo escritor Antonio Schimeneck, 15 adolescentes, com idades entre 12 e 18 anos, participaram na Biblioteca Dona Margarida, do Instituto de Internação Provisória Carlos Santos, de encontro do projeto A Feira vai à Fase. Resultado de uma parceria entre a Câmara Rio-Grandense do Livro e a Fundação de Atendimento Socioeducativo do RS (Fase), o projeto está sendo retomado após quase dois anos de interrupção. 

Nesta sexta-feira, 1º/08, o escritor comandou o bate-papo sobre a obra 7 histórias de gelar o sangue, lançada pela Editora BesouroBox, que reconta algumas lendas do suspense e do terror

Natural da cidade de Tupanciretã, Schimeneck também contou sua trajetória de vida e como adquiriu a paixão pela leitura. “A literatura é fundamental para podermos ler o mundo. Não importa onde estejamos. Quem está aqui tem a oportunidade de ver e rever o mundo. É muito importante ter esse espaço e dar essas condições para que uma pessoa que esteja privada de liberdade possa ver um mundo diferente lá fora”, enfatizou o autor, que participou pela primeira vez do A Feira vai à Fase.

A coordenadora da Área Infantil e Juvenil da Feira do Livro de Porto Alegre, Sônia Zanchetta, destaca o valor da iniciativa: “Temos uma satisfação imensa em fazer parte deste projeto, pois são claros os resultados que se obtém ao colocar esses adolescentes em contato com escritores de literatura e sua obra”.

“O que estamos fazendo hoje, aqui, era impossível uns anos atrás. O fato de estarem privados de liberdade faz, também, com que eles leiam;  trabalha o tempo e a ociosidade negativa. A leitura vem ajudar neste sentido”, afirmou.

O adolescente A.V., 17 anos, que participou do projeto, relatou que o encontro trouxe novas descobertas. “Estão apresentando boas coisas para nós. Eu leio e escrevo bastante. Gosto de ler, escrevo cartas e músicas. Antes eu não tinha tempo; agora eu tenho tempo suficiente. Ler e escrever é bom”, revelou o adolescente.

Sobre o projeto

Em 2002, a Biblioteca Dona Margarida, do Centro de Internação Provisória Carlos Santos, da Fundação de Atendimento Socioeducativo do RS (Fase), expôs, na Vitrina da Leitura da Feira do Livro de Porto Alegre, o projeto Compartilhando Livros e Sonhos, desenvolvido com adolescentes que se encontravam cumprindo medida socioeducativa na entidade.

A qualidade do trabalho motivou a equipe da Área Infantil e Juvenil a enviar um escritor àquela instituição, já que os adolescentes não poderiam visitar o evento. Começava ali o projeto A Feira Vai à Fase, que, durante vários anos, promoveu encontros com escritores, ilustradores e oficineiros na Biblioteca, além de mobilizar apoios para enriquecer seu acervo.  

Com a retomada do projeto, deve ocorrer ao menos um encontro por mês. A próxima convidada é a escritora Lenice Gomes.





voltar

 



Associado, navegue por nossa área restrita e tenha acesso a conteúdos exclusivos.

Instituidores e colaboradores,
solicite aqui o seu crachá.


digite seu e-mail

digite sua senha

Esqueceu sua senha?
Ainda não está cadastrado?


De 1º a 18 de novembro de 2018



Câmara Rio-Grandense do Livro
Praça Osvaldo Cruz, 15 Conj. 1708 / 1709
CEP 90030-160 Porto Alegre, RS - Brasil
Fone/FAX (51) 3286. 4517
Fale Conosco Créditos