Câmara do Livro Câmara do Livro no Facebook
   

18.08.2014
VI Seminário O Negócio do Livro reuniu profissionais do setor

Parceiro da Câmara Rio-Grandense do Livro, o Clube dos Editores do Rio Grande do Sul promoveu no dia 15 de agosto o VI Seminário O Negócio do Livro. Com apoio do Goethe Institut Porto Alegre e da EdiPUCRS, neste ano o evento concentrou as atividades em uma única data para incentivar a vinda de participantes do interior do Estado.

O Clube dos Editores, que completou 10 anos em 2013, apresentou inovações nesta edição do seminário. Na abertura, Clô Barcellos, vice-presidente da entidade, destacou a pluralidade das discussões em torno da cadeia produtiva do livro. “Neste ano, os editores ampliaram a abrangência dos temas: livreiros, bibliotecários, autores e jornalistas, indo além do interior das suas editoras, pois é do mercado que sobreviveremos. Se não ajudarmos a entender o mercado como um todo, estamos fadados a desaparecer”. Além dos públicos já citados, o evento também teve a participação de estudantes de cursos ligados à área editorial.

Outra novidade foi a presença de convidados do eixo Rio-São Paulo, o que contribuiu para ampliar as discussões sobre assuntos de interesse do setor no Brasil. Jerônimo Braga, presidente do Clube dos Editores, destaca o amadurecimento do evento. “O Clube dos Editores faz a sexta edição do Seminário O Negócio do Livro. Ele começou bem simples, discutindo entre nós mesmos as dificuldades dos editores do Rio Grande do Sul, as dificuldades de aparecer no cenário nacional e as dificuldades de trabalho e de montagem das editoras. O crescimento, ao longo dos anos, foi abrindo espaços para que os nossos editores trocassem ideias com outras posições no Brasil. Chegamos ao sexto seminário trazendo palestrantes, editores e pesquisadores, especialmente do Rio e de São Paulo, que têm uma visão muito grande do mundo livreiro. Ou seja, atingimos um patamar maior: estamos discutindo as visões gerais da nossa posição como editores no Rio Grande do Sul e a nossa inserção no cenário brasileiro”, afirmou.

Segundo Braga, o crescimento é resultado da participação dos editores em grandes eventos nacionais e, agora, internacionais, a exemplo da comitiva que irá para a Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha. Os painéis contaram com nomes como Samuel Seibel, livreiro e presidente da paulista Livraria da Vila, Roberto Bahiense, diretor institucional do grupo Gol e coordenador da Nuvem de Livros, Haroldo Ceravolo Sereza, presidente da Libre – Liga Brasileira de Editoras, e Mark Carpenter, presidente da editora Mundo Cristão.

Programação

No decorrer da jornada pelo universo livreiro e editorial, foram discutidas questões como o futuro das livrarias, as estratégias de atuação das editoras independentes e, também, das que atuam em nichos editoriais como espiritualidade e religião, assim como as novas formas de disponibilização de acervo por meio de plataformas digitais, como a Nuvem de Livros.  Em pauta, ainda, a cobertura jornalística do segmento editorial e a apresentação de uma pesquisa inédita de venda de livros no Brasil realizada através da ferramenta Nielsen Bookscan.

O editor Tito Montenegro, um dos responsáveis pela nova formatação do evento, explica a proposta. “Além de falar com as nossas equipes ou com quem trabalha ou colabora com as editoras, queríamos falar com outros agentes do mercado, sejam eles escritores, prestadores de serviço, bibliotecários e livreiros, por exemplo. Por isso, pensamos em mesas e palestras que dessem conta dessa amplitude, por um lado dos agentes mesmo, de pessoas envolvidas, e também de diferentes canais de circulação de ideias e dos próprios livros”.

Presença da CRL

Membros da diretoria da Câmara Rio-Grandense do Livro e associados participaram do evento. Para Eloy Teckemeier, diretor geral da Editora Sinodal, o seminário foi uma oportunidade para debater o mercado. “Qualquer evento que trate de livros é super importante. Quando se abre para um público maior, fica melhor ainda. Temos aqui também estudantes, que são leitores em potencial e que são os criadores de novos leitores. Toda a cadeia de profissionais que possa participar de um evento no qual se fala sobre livro, desde a editora e a livraria até o consumidor final, é de suma importância”, afirmou.

Astomiro Romais, secretário da gestão 2014-2015 e diretor da Editora da Ulbra, ressaltou a qualidade do seminário e reforçou um ponto levantado por diversos palestrantes: as peculiaridades do negócio do livro. “Toda a pessoa que lida com livros deveria ter participação em um evento desse nível. Para quem lida com livros, acho muito complexo não ter essa vinculação e tratar o livro como um produto qualquer, não um produto cultural, com o qual se identifique, pelo qual tenha uma paixão, de fato. Esse tipo de evento pode aguçar no associado uma visão mais ampla do que significa o livro na visão das pessoas e da sociedade. Acho que os associados deveriam participar muito mais desse tipo de evento, pois contribui para o nosso crescimento”.

A presença de empresas associadas à CRL não ficou restrita ao público. O case da BesouroBox no segmento de literatura espiritualista foi apresentado por André Alt, um dos sócios da editora, no painel Livros para a alma. O ex-presidente da CRL, João Carneiro, da Tomo Editorial, foi o mediador da mesa Pesquisa no mercado editorial brasileiro, com Ismael Borges, coordenador do Nielsen Bookscan no Brasil. Ambas editoras são filiadas as duas entidades.

 


A mesa de abertura abordou o tema O futuro das livrarias


Jerônimo Braga, do Clube dos Editores, e Astomiro Romais, da CRL


Eloy Teckemeier, da Editora Sinodal

voltar

 



Associado, navegue por nossa área restrita e tenha acesso a conteúdos exclusivos.

Instituidores e colaboradores,
solicite aqui o seu crachá.


digite seu e-mail

digite sua senha

Esqueceu sua senha?
Ainda não está cadastrado?


De 1º a 18 de novembro de 2018



Câmara Rio-Grandense do Livro
Praça Osvaldo Cruz, 15 Conj. 1708 / 1709
CEP 90030-160 Porto Alegre, RS - Brasil
Fone/FAX (51) 3286. 4517
Fale Conosco Créditos