Câmara do Livro Câmara do Livro no Facebook
   

03.09.2014
Programa Lendo pra Valer recebe o escritor e ilustrador André Neves

Um encontro que reuniu alunos entusiasmados com as descobertas proporcionadas pela leitura, professores e gestores comprometidos em despertar o prazer de ler e um autor com qualidade literária e sensibilidade para conduzir um bate-papo que foi além do seu ofício como escritor e ilustrador. 

Em uma síntese, que não abarca a profusão de emoções, sensações e trocas de ideias ao longo de uma tarde muito especial, esse foi o saldo da participação de André Neves no programa Lendo pra Valer na Escola Estadual de Ensino Fundamental Porto Alegre, na capital gaúcha, no dia 29 de agosto.  A iniciativa é desenvolvida pela Câmara Rio-Grandense do Livro em parceria com o Sistema Estadual de Bibliotecas Escolares, da Secretaria de Estado da Educação, desde 2007 (saiba mais aqui).

A expectativa pela chegada de Neves, o autor homenageado na 5ª edição da Feira do Livro da escola, só foi menor do que a vontade dos alunos em fazer perguntas nas rodadas de conversas realizadas com as turmas do Jardim ao 5º ano e, na sequência, com os estudantes do 6º ao 8º ano.

Na apresentação para os menores, o pernambucano André Neves quebrou o gelo – inexistente em sua terra natal, Recife – ao falar do seu sotaque e contar um pouco da trajetória primeiro como ilustrador e, depois, como escritor que o trouxe a Porto Alegre, onde mora há 17 anos. Os pequenos dispararam perguntas como: “Desenha desde criança?”, “Desde criança pretendia ser escritor?” e “Como faz os desenhos?”.

Na vez dos maiores, além de indagações como as citadas acima, ele foi questionado sobre o seu trabalho. Entre as curiosidades, os países nos quais seus livros foram publicados, as inspirações para os personagens e as histórias e até perguntas de cunho pessoal, a exemplo de “qual foi o momento mais difícil da tua vida?”.

Após as conversas, Neves fez um tour pelo saguão da escola e pelas salas temáticas para conhecer os projetos desenvolvidos em torno da sua obra. Entre as salas visitadas, estava a da professora Sandra Regina Santos, do 4º ano. Em conjunto com um professor do 8º ano, Sandra elaborou um trabalho inspirado no livro Brinquedos. Além da produção de histórias com base nas ilustrações, os alunos consertaram brinquedos danificados, criaram itens a partir de materiais recicláveis – com o auxílio dos maiores, que também desenvolveram criações a partir desse livro e da obra Malvina  e, de quebra, promoveram uma arrecadação de brinquedos a serem destinados a uma entidade beneficente da região após o encontro.

Confira no canal oficial do YouTube da Feira do Livro de Porto Alegre depoimento exclusivo do escritor e ilustrador sobre a sua participação nos programas de incentivo à leitura promovidos pela Câmara Rio-Grandense do Livro e parceiros. Clique para assistir!

A professora Sandra, que participa do Lendo pra Valer na escola há várias edições, fala sobre a experiência da escola no estímulo à leitura e a presença da instituição na Feira do Livro de Porto Alegre.  Acesse!

A leitura transforma

Com 29 anos de atuação como professora, Ana Jandira Alves era uma das mais entusiasmadas. Não era por menos. Se em 2013, ela assumiu o desafio de trabalhar ilustrações em sala de aula, neste ano propôs às suas turmas do 5º ano a vivência de um autor – caso de Neves – que também trabalha com textos, tendo como base Lino.

Como resultado, a Editora da Sala de Aula criou uma série de livros escritos e ilustrados pelos alunos, que puderam entender um pouco do processo editorial: da produção dos textos à escolha das ilustrações, da edição à revisão das provas, todos contribuíram para as obras coletivas, com direito a  acabamento super caprichado. “O livro é uma porta aberta para o mundo, para as descobertas. Sou uma rata de biblioteca apaixonada por livros”, diz Ana Jandira, que assumiu no dia a dia o compromisso de despertar seus alunos para as oportunidades trazidas pela leitura.

Com a palavra, alguns dos autores. Everton Guilherme dos Santos, 14 anos, confessou que não gostava muito de ler, mas que o trabalho relacionado ao livro o motivou a buscar outras histórias de André Neves e de outros autores. “Através da história, comecei a gostar do trabalho dele e comecei a ler outras histórias também. Agora estou lendo livros de fábulas”.

Já a colega Keila Santos da Silva, 13 anos, se revela uma leitora voraz e destaca que um dos pontos que mais gostou do trabalho foi a oportunidade de conhecer vários livros do autor. “Eu acho bem legal ler, se aprendem coisas novas. Quando tu lê, pode imaginar que está na história, imaginar coisas fantásticas. Eu gosto muito de ler e gostaria que os outros também lessem mais. Eu amo!”.

Pedro Henrique de Lima Passos, 10 anos, é categórico quando o tema é leitura. “Adoro ler, sempre li, desde pequeno”, diz destacando que o fato da mãe e de uma tia serem professoras o motivou. E o que mais gostou no trabalho? “Acho que o mais bacana foi escrever o livro, montar a história. Além de montar a história, pensar em como ilustrar. Foi ótima essa experiência para saber como é a experiência como ilustrador e escritor, porque a gente pensa que é fácil, mas não é”, conclui Pedro, que pretende trabalhar, no futuro, com algo ligado à sua matéria preferida, Língua Portuguesa.

O colega Eduardo Soares Rodrigues, 10 anos, também é um leitor apaixonado. “Eu sempre gostei de ler, o trabalho só aumentou a vontade de fazer livros. Ler, para mim, é diversão e estudo, também”, conta Eduardo, que sonha um dia em ser escritor e já treina no dia a dia produzindo histórias em quadrinhos.

Referência

Em agosto, o trabalho desenvolvido pela escola no Lendo pra Valer  foi apresentado pelas professoras Ana Jandira Alves e Jaqueline Sarmento de Lima durante o primeiro módulo de formação para mediadores de leitura da 9ª Traçando Histórias – Mostra de Ilustração de Literatura Infantil e Juvenil. Para participar do segundo módulo durante a Feira do Livro, acesse o site da CRL.

Jaqueline, que também é vice-diretora da instituição, destaca pontos positivos do programa do qual a escola participa há quatro anos. “Acho que o principal é motivar o aluno a gostar de ler e resgatar, além de melhorar, as práticas de leitura”, diz a professora. Ela também ressalta a qualidade dos trabalhos orientados pelos professores e a crescente participação dos pais no acompanhamento das atividades. No dia seguinte ao encontro com André Neves, foi a vez dos familiares conhecerem a produção dos estudantes.

Anualmente, os projetos mais representativos das escolas participantes dos programas de leitura da CRL (Adote Um Escritor e Fome de Ler) são expostos ao longo do evento literário na Vitrina da Leitura, na Área Infantil e Juvenil.

 Veja mais imagens do encontro na Galeria de Fotos.


André Neves na EEEF Porto Alegre.


Professora Ana Jandira e a turma do 5º ano.


Everton Guilherme dos Santos.


Keila Santos da Silva


Pedro Henrique de Lima Passos


Eduardo Soares Rodrigues

voltar

 



Associado, navegue por nossa área restrita e tenha acesso a conteúdos exclusivos.

Instituidores e colaboradores,
solicite aqui o seu crachá.


digite seu e-mail

digite sua senha

Esqueceu sua senha?
Ainda não está cadastrado?


De 1º a 18 de novembro de 2018



Câmara Rio-Grandense do Livro
Praça Osvaldo Cruz, 15 Conj. 1708 / 1709
CEP 90030-160 Porto Alegre, RS - Brasil
Fone/FAX (51) 3286. 4517
Fale Conosco Créditos