Câmara do Livro Câmara do Livro no Facebook
   

18.11.2014
Nos seus 60 anos, Feira do Livro é marcada por inovações

 60ª edição da Feira do Livro de Porto Alegre recebeu durante os 17 dias do evento mais de 1,4 milhão de pessoas. Neste período, foram vendidos 400 mil exemplares, diferença de cerca de 4,85% em comparação ao evento do ano passado. Os números foram divulgados pela direção da Câmara Rio-Grandense do Livro (CRL) na manhã desta terça-feira (18).

De acordo com a diretoria da Câmara, o desempenho nas vendas inferior à edição de 2013, quando foram comercializadas 420.384 unidades, reflete um panorama nacional no mercado editorial. “Em 2013, houve no Brasil um acréscimo de vendas de 9,6%. Já em 2014, aconteceu um decréscimo de 3,31% nas vendas nas grandes livrarias. Isso se deve ao menor número de lançamentos de novos títulos e ao não surgimento de grandes best-sellers”, avalia o presidente da entidade, Marco Cena. As feiras do interior (mais de 140) e as alternativas facilitadas de aquisição também têm influenciado no volume de vendas. Outro fator destacado pelo presidente durante a coletiva foram os dias de chuva, incluindo o primeiro domingo, que tem um histórico de movimento intenso.

Vitor Zandomenegui, da Comissão Organizadora, destacou, no entanto, que o ticket médio de vendas esse ano foi maior do que no passado. “As pessoas compraram produtos com maior valor agregado e isso é muito positivo para os empreendedores”. Incentivos como vale-cultura, Olimpíadas da Língua Portuguesa, entre outros, motivaram esse incremento.

Segundo a Câmara, o aumento no número de barracas, passando e 9 para 14, na área infantil e juvenil, e o lançamento do projeto Quintanares, que concedeu bônus-livros, no valor de R$ 30, para seis mil alunos de 17 municípios do Rio Grande do Sul, estimularam as compras do setor. “Foi um projeto piloto que deu certo. Além de incrementar as vendas, atingimos o objetivo maior da entidade, que é a formação de novos leitores”, destaca Cena. O bônus era um prêmio à consistência e caráter inovador de projetos de leitura desenvolvidos por professores desses alunos nos anos 2013 ou 2014. A visita dos estudantes foi acompanhada por mais de 130 professores.

Ao longo de 17 dias, foram mais de 700 sessões de autógrafos com a presença de autores nacionais e internacionais.  A programação para público adulto recebeu aproximadamente 16.231 pessoas, 4% a mais em comparação a 2013. 826 escritores, mediadores, artistas participaram de 176 encontros com o livro, 99 atividades artísticas, 27 oficinas (em 37 módulos) e de 17 sessões de cinema, num total de 319 eventos. Dos participantes, 51 eram brasileiros de fora do RS e 35 foram convidados de outros países (oriundos de Canadá, Argentina, Alemanha, França, Itália, Irã, Israel, Suécia, Noruega, Portugal, Espanha, Polônia, Honduras, México). 740 gaúchos fizeram parte das atividades.

Na Área Infantil foram cerca de 600 atividades, desde encontros com autores, ilustradores, seminários, contações de histórias, apresentações de teatro, oficinas até exposições, entre outras. Na Área Internacional a movimentação também foi muito grande. Foram realizadas 23 aulas abertas de idiomas, bate-papos e oficinas. No Espaço Sesi, 32 atividades para crianças, adolescentes e jovens adultos e na Estação da Acessibilidade, 35 bate-papos e relatos sobre temas relacionados com a inclusão.

Uma inovação na programação foram os Domingos de Criação, intervenções e manifestações de arte simultaneamente em toda a praça, incentivando a integração e interação do público. Para onde quer que você olhasse havia alguma coisa acontecendo. Figurinos de personagens infantis da televisão à disposição das crianças, sarau, fotografia e todo tipo de encenação transformaram a Praça da Alfândega em um grande e agitado palco.

Além das atividades da programação, este ano a Feira apresentou algumas novidades. Entre elas, a praça de alimentação que ganhou um novo layout, privilegiando o conforto dos visitantes, além de novas opções gastronômicas. Aos finais de semana, os food trucks incrementaram o cardápio, oferecendo ótimas opções culinárias a preços atrativos.

Outro destaque foi a definitiva inclusão da Feira nas mídias sociais, com grande repercussão do público e a parceria com uma empresa digital para que as publicações com a programação da Feira fossem disponibilizadas em aplicativos para os sistemas Android e iOS. Os apps continham o Guia e a Revista da Feira do Livro, uma sessentona que se moderniza a cada nova edição.



Otávio Fortes/ CRL

voltar

 



Associado, navegue por nossa área restrita e tenha acesso a conteúdos exclusivos.

Instituidores e colaboradores,
solicite aqui o seu crachá.


digite seu e-mail

digite sua senha

Esqueceu sua senha?
Ainda não está cadastrado?


De 1º a 18 de novembro de 2018



Câmara Rio-Grandense do Livro
Praça Osvaldo Cruz, 15 Conj. 1708 / 1709
CEP 90030-160 Porto Alegre, RS - Brasil
Fone/FAX (51) 3286. 4517
Fale Conosco Créditos