Câmara do Livro Câmara do Livro no Facebook
   

Clique sobre os títulos e conheça mais sobre os projetos desenvolvidos pela Câmara Rio-Grandense do Livro.

Adote um Escritor

O Programa de Leitura Adote um Escritor teve início em 2002, através de parceria da Câmara Rio-Grandense do Livro (CRL) com a Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre (SMED). O Programa prevê a realização de  encontros com autores de Literatura nas 98 escolas da rede municipal de ensino de Porto Alegre, mediante trabalho de leitura prévia com os alunos. Trinta e duas  dessas escolas, que mantêm turmas da Educação para Jovens e Adultos, recebem um autor extra de interesse para seus alunos. A CRL viabiliza financeiramente a realização dos encontros, mediante o pagamento de cachês aos autores e, quando residem fora do Rio Grande do Sul, cobre os custos de sua viagem e hospedagem, e a SMED aloca recursos às escolas a fim de que adquiram livros dos autores escolhidos para a leitura prévia. 

O Programa de Leitura Adote um Escritor mobiliza a comunidade escolar para ações e projetos que valorizam o livro, a leitura e a literatura no imaginário social. Projetos como grupos de alunos contadores de histórias, alunos mediadores de leitura, clubes de leitura e outras atividades artísticas fortalecem suas práticas através do Adote um Escritor.

Pela consistência e abrangência do trabalho desenvolvido, o Adote um Escritor vem sendo considerado uma referência para outros municípios gaúchos na implementação de projetos e programas de leitura. Acredita-se que, dessa maneira, o Adote esteja contribuindo para a construção de uma sociedade mais leitora ao desencadear ações permanentes ou potencializar as já existentes com vistas à formação e qualificação de leitores. 

Além da verba destinada à compra de livros do autor adotado, a SMED destina recursos para a visitação dos alunos da rede à Feira do Livro de Porto Alegre, onde encontram autores de Literatura no ciclo O Autor no Palco. A fim de qualificar a atuação dos mediadores de leitura que realizam os projetos de leitura nas escolas, o Núcleo de Formação de Mediadores de Leitura da CRL realiza, há oito anos,  em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, o curso de extensão universitária “Tessituras: formação de mediadores para programas de leitura”, com carga horária de 40h. No âmbito do Programa, os parceiros oportunizam, ao longo do ano, quatro formações para o grupo de professores-coordenadores do Adote um Escritor e o evento PLA – Porto Leitura Alegre, que consiste em apresentações de pôsteres e comunicações orais de relatos das escolas e em apresentações artísticas de seus alunos (saraus, contações de histórias, esquetes teatrais), realizado durante a Feira do Livro de Porto Alegre.  

A Câmara Rio-Grandense do Livro dispõe de acervo de referência em Literatura Infantil e Juvenil e em livros teóricos sobre formação de leitores que compõe a Biblioteca Moacyr Scliar na Feira do Livro de Porto Alegre. Fora do período do evento, o acervo fica disponível para consulta local de mediadores de leitura na sede da entidade. Nos encontros de formação de mediadores, na programação prévia e paralela à Feira, parte do acervo é deslocada para que seja utilizada nas oficinas e palestras ministradas pela equipe do Núcleo de Formação de Mediadores de Leitura, composta por especialistas na área de Letras e Biblioteconomia.

Premiações

2006: Finalista Prêmio Fato Literário RBS
2008: Finalista Prêmio Fato Literário RBS
2010: 3º lugar no Concurso FNLIJ (Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil)/Petrobrás Os Melhores Programas de Incentivo à Leitura para Crianças e Jovens de todo o Brasil. 
2011: Prêmio Joaquim Felizardo da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre (categoria Literatura)
2011: 2º Prêmio Artistas Gaúchos (categoria Projetos)
2012: Menção Honrosa no Prêmio Viva Leitura do Ministério da Cultura e Ministério da Educação.
2013: Prêmio Açorianos de Literatura Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre (categoria Destaque)
2015: Participação no Seminário FNLIJ Bartolomeu Campos de Queirós – Painel de relatos do Concurso FNLIJ Os Melhores Programas de Incentivo à Leitura para Crianças e Jovens de todo o Brasil

Assessoria a organizadores de feiras de livros

O Rio Grande do Sul é o estado brasileiro que mais realiza feiras de livros e outros tipos de eventos literários. As feiras municipais já superam 130 e há inúmeras escolas, bibliotecas, clubes sociais e de serviço, entre outras entidades que também as incluem em seu calendário cultural. A primeira de todas foi a Feira do Livro de Porto Alegre, que se inspirou em evento que se realizava na Cinelândia, no Rio de Janeiro, na década de 50, do qual o jornalista Say Marques trouxe notícias aos livreiros locais, entusiasmando-os a promoverem algo semelhante com o apoio dos Diários Associados, que dirigia no Estado.
 A seção gaúcha da Câmara Brasileira do Livro, encarregada de promover a Feira em sua etapa inicial, deu origem à Câmara Rio-Grandense do Livro, que, de maneira natural, passou a acolher, ao longo dos anos, os pedidos de orientação de prefeituras e outras entidades interessadas em realizar eventos similares.

O Rio Grande do Sul é o estado brasileiro que mais realiza feiras de livros e outros tipos de eventos literários. As feiras municipais já superam 130 e há inúmeras escolas, bibliotecas, clubes sociais e de serviço, entre outras entidades que também as incluem em seu calendário cultural. A primeira de todas foi a Feira do Livro de Porto Alegre, que se inspirou em evento que se realizava na Cinelândia, no Rio de Janeiro, na década de 50, do qual o jornalista Say Marques trouxe notícias aos livreiros locais, entusiasmando-os a promoverem algo semelhante com o apoio dos Diários Associados, que dirigia no Estado.

 

 A seção gaúcha da Câmara Brasileira do Livro, encarregada de promover a Feira em sua etapa inicial, deu origem à Câmara Rio-Grandense do Livro, que, de maneira natural, passou a acolher, ao longo dos anos, os pedidos de orientação de prefeituras e outras entidades interessadas em realizar eventos similares.

 

Formações para Educadores

Formações para educadores a serem realizadas ao longo do ano de 2017:

- 8º Tessituras: Formação de Mediadores para Programas de Leitura, curso de extensão universitária realizado em parceria com a UFRGS, no auditório da Livraria Paulinas, de março a julho, com carga horária de 40h. Em sua quinta edição, iniciada em 13 de março, participam do Tessituras 100 mediadores da leitura de 13 municípios que já contam ou pretendem implementar programas similares ao Adote um Escritor e o Lendo pra Valer.

- Formações específicas para os professores participantes dos programas Adote um Escritor (parceria CRL/Smed Porto Alegre) e Lendo pra Valer (parceria CRL/Seduc).

- Formações para professores que pretendem levar suas turmas à Feira, para que participem de encontros com escritores e ilustradores, após a leitura de obras de sua autoria.

Lendo pra Valer

Como desdobramento de um projeto-piloto desenvolvido em 2007, na região da 28ª Coordenadoria Regional de Educação, foi criado, em 2008, o Programa Lendo pra Valer, que promoverá, em 2017, encontros de autores em 60 escolas estaduais localizadas nas regiões da 1ª, 2ª. 12ª, 27ª e 28ª Coordenadorias Regionais de Educação, que têm sede, respectivamente, nos municípios de Porto Alegre, São Leopoldo, Guaíba, Canoas e Gravataí.

Trata-se de uma parceria da Câmara Rio-Grandense do Livro, que viabiliza os encontros com os autores, com a Secretaria de Estado da Educação, através do Sistema Estadual de Bibliotecas Escolares, que destina às escolas os recursos para a aquisição dos livros da leitura prévia

Trata-se de uma parceria da Câmara Rio-Grandense do Livro, que viabiliza os encontros com os autores, com a Secretaria de Estado da Educação, através do Sistema Estadual de Bibliotecas Escolares, que destina às escolas os recursos para a aquisição dos livros da leitura prévia.
Como desdobramento de um projeto-piloto desenvolvido em 2007, na região da 28ª Coordenadoria Regional de Educação, foi criado, em 2008, o Programa Lendo pra Valer, que promoverá, em 2014, encontros de autores em 60 escolas estaduais localizadas nas regiões da 1ª, 2ª. 12ª, 27ª e 28ª Coordenadorias Regionais de Educação, que têm sede, respectivamente, nos municípios de Porto Alegre, São LeopoldoGuaíba, Canoas e Gravataí.
Trata-se de uma parceria da Câmara Rio-Grandense do Livro, que viabiliza os encontros com os autores, com a Secretaria de Estado da Educação, através do Sistema Estadual de Bibliotecas Escolares, que destina às escolas os recursos para a aquisição dos livros da leitura prévia.

Semana do Livro

A Câmara Rio-Grandense do Livro promove, desde 2005, no mês de abril, a Semana do Livro, com a adesão de parceiros de várias regiões do Estado, que aceitam o desafio de realizar atividades que coloquem o livro e a leitura em destaque, no período. A iniciativa marca a passagem do Dia Nacional do Livro Infantil (18 de abril - nascimento de Monteiro Lobato) e do Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor ( 23 de abril falecimento de Cervantes e de Shakespeare).

O ponto culminante da Semana é a solenidade pelo Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor, em que a CRL homenageia pessoas e entidades que se destacaram pela realização ou apoio a ações em prol do livro e da leitura no ano anterior. Assim, fazem jus a troféus a Personalidade do Ano, a Biblioteca do Ano e até cinco pessoas físicas ou organizações, na categoria "Amigo do Livro". E, na mesma solenidade, são homenageados os profissionais vinculados a empresas associadas à CRL que tenham completado 25, 35 ou 50 anos consecutivos de dedicação ao setor livreiro. A partir de 2010, a Semana do Livro, que está inserida no Calendário de Eventos de vários municípios gaúchos, passou a ocorrer de 18 a 24 de abril.

A origem do Dia Mundial do Livro

A instituição desta data pela Unesco internacionalizou uma antiga tradição da Catalunha, onde, em 23 de abril, comemora-se o Dia de São Jorge padroeiro daquela província espanhola e recorda-se o falecimento do escritor Miguel de Cervantes, ocorrido na mesma data, em 1616. De acordo com o costume catalão, os livreiros entregam uma rosa juntamente com cada livro vendido neste dia e muitas pessoas presenteiam com livros e rosas seus amigos e familiares. Uma rosa por São Jorge, um livro por Cervantes, este é o lema. A partir de 1995, a Unesco estendeu sua homenagem ao escritor inglês William Shakespeare, também falecido em 23 de abril de 1616, e passou a estimular os estados-membros a desenvolverem iniciativas próprias nesta data. Atualmente, autores, editores, professores, livreiros, meios de comunicação e bibliotecas, entre outros profissionais e entidades, mobilizam-se, em todo o mundo, para que o livro esteja na pauta do dia.

 



Associado, navegue por nossa área restrita e tenha acesso a conteúdos exclusivos.

Instituidores e colaboradores,
solicite aqui o seu crachá.


digite seu e-mail

digite sua senha

Esqueceu sua senha?
Ainda não está cadastrado?


De 1º a 19 de novembro de 2017



Câmara Rio-Grandense do Livro
Praça Osvaldo Cruz, 15 Conj. 1708 / 1709
CEP 90030-160 Porto Alegre, RS - Brasil
Fone/FAX (51) 3286. 4517
Fale Conosco Créditos